segunda-feira, 27 de julho de 2009

Começam no dia 27 as interdições na EPTG

Conheça os detalhes na notícia abaixo publicada no site do GDF:

Linha Verde: interdições na EPTG começam segunda-feira

(23/07/2009 - 16:00)

Os motoristas que utilizam a Estrada Parque Taguatinga (EPTG) vão precisar de paciência para ver a primeira etapa da Linha Verde concluída. O pedido é do governador José Roberto Arruda. Em visita ao canteiro de obras nesta quarta-feira (22), Arruda afirmou que o trabalho na via será intensificado e que os impactos negativos são inevitáveis. "A obra é muito grande. É uma construção de R$ 240 milhões que pega toda EPTG. A gente não pode tapar o sol com a peneira. É claro que uma obra deste porte, construída em um período curto de tempo, traz alguns transtornos à população", disse o governador.

A partir de segunda-feira (27), alguns trechos da Estrada Parque Taguatinga (EPTG) no sentido Plano Piloto-Taguatinga vão passar de três faixas de rolamento para duas faixas. "Onde hoje é o acostamento, passará a ser a quarta faixa de rolamento da via e um novo acostamento será construído ao lado", explicou o secretário de Transportes, Alberto Fraga. Nesta primeira fase haverá interdições nas proximidades do Guará e de Taguatinga, e em frente à Residência Oficial do governador em Águas Claras, estendendo-se depois por toda a via.

Para fazer as ampliações da EPTG no sentido Taguatinga-Plano Piloto, será preciso antes reforçar a estrutura da adutora da Caesb, que parte do acesso a Taguatinga até as proximidades do Guará. A obra terá início também na próxima semana e deverá ser concluída após 60 dias. Inicialmente não haverá interferência no trânsito, pois apenas alguns trechos do acostamento serão utilizados. Essa adutora garante o abastecimento de água de Taguatinga Centro, Guará e Lúcio Costa. Cerca de 200 mil pessoas são beneficiadas.

Em setembro, começam as obras da pista exclusiva de ônibus. A pista de rolamento mais próxima ao canteiro central vai ser substituída pelo corredor dos ônibus executada com concreto. Com esta intervenção, a EPTG terá uma redução no número de faixas, indo de três para duas. A intenção é que a quarta faixa de rolamento e o acostamento já estejam prontos, assim o trânsito poderá ser deslocado. Parte do trânsito também será desviado para os trechos concluídos das marginais. Atualmente, 176 máquinas e 60 caminhões basculantes estão trabalhando na construção das marginais.

O conselho para aqueles que usam a pista é buscar alternativa no metrô, na Estrada Parque Núcleo Bandeirante e na Estrutural. Atualmente, 150 mil veículos passam pela EPTG todos os dias. Com a obra, a via vai dobrar de tamanho. Além de ganhar vias marginais nos dois sentidos, terá um corredor exclusivo para ônibus e asfalto novo em todas as pistas. Cinco viadutos serão construídos, sendo um no cruzamento da Linha Verde com a EPIA, SIA, Guará - já em construção - , na entrada do Jóquei e na saída de Águas Claras. Passarelas e ciclovia também integram o projeto do trecho de 12,7 quilômetros entre a entrada de Taguatinga e o acesso à Estrada Parque Indústria e Abastecimento (EPIA).

Fonte: Ascom/ST com informações da Agecom

Um comentário:

Natynha disse...

Boa tarde! Temos uma sugestão para pautar seu blog. Gostaria de saber seu email para que possamos entrar em contato. Obrigada!!